Conteúdo notícias

» Notícias

Em nova sede, Núcleo da Defensoria passa a atender das 8h às 17h

Por: Ascom-DPPB

A defensora pública-geral da Paraíba, Madalena Abrantes, inaugurou a nova sede do Núcleo de Atendimento da Defensoria Pública em João Pessoa, nesta sexta-feira (19), data em que se comemora nacionalmente o Dia do Defensor Público.

Antes, o núcleo estava instalado de forma precária, em um imóvel próximo ao anel externo do Parque Sólon de Lucena, e funcionava em um só turno. A partir de segunda-feira (22), a população será assistida das 8h às 17h.

O novo espaço está localizado no Centro da cidade, na esquina das avenidas Trincheiras e João Machado, próximo dos Fóruns Cível e Criminal. Em breve, o local também contará com uma sala equipada com brinquedos, na qual as crianças poderão ficar enquanto os pais ou responsáveis estiverem recebendo atendimento.

Segundo Madalena Abrantes, a nova sede vai proporcionar melhores condições de trabalho para os defensores públicos e de atendimento para os assistidos. “Além da economia mensal no valor da locação, a mudança atenderá às necessidades de espaço físico e a funcionalidade que buscamos para instalar as Câmaras de Mediação, Saúde e Família", afirmou, acrescentando que a quantidade de defensores públicos à disposição da população também será ampliada, para atendimento em diversas áreas.

Dentre os planos da DPPB em relação à infraestrutura, estão a inauguração de um novo núcleo em Campina Grande, Patos e Sousa, sempre visando a proporcionar uma melhor assistência jurídica ao público-alvo da instituição.

MISSÃO
No discurso de inauguração, a defensora pública-geral Madalena Abrantes também destacou a missão dos defensores públicos. “Somos a voz dos assistidos, somos pagos para fazer o bem. Vocês são guerreiros, são destemidos, têm muito amor para dar”.

Na ocasião, o subdefensor público-geral, Otávio Gomes de Araújo, externou a alegria em participar de um momento tão importante. “Esse é um importante passo para a Defensoria Pública, principalmente face às dificuldades financeiras”, comentou.

Representando o Conselho Superior da Defensoria Pública, a defensora Ângela Abrantes saudou a iniciativa da atual gestão. “Meus parabéns a Madalena Abrantes pelas conquistas que vem alcançando. Este é um momento histórico. Precisávamos de um ambiente digno para atender os menos assistidos socialmente”.

Após os discursos, houve o descerramento da placa e corte simbólico da fita de inauguração. A solenidade foi encerrada com uma bênção do pastor Antônio Nery de Luna Freire, que também é defensor público. Em sua preleção, ele destacou que o novo núcleo de atendimento se constitui em um ponto de abrigo das necessidades e das lutas, onde os mais pobres irão buscar seus direitos. “Aqui a vitória não é de um, não é de poucos, é de todos”.